Declare guerra ao spam

ESTIMA-SE QUE SETE EM CADA DEZ E-MAILS QUE CIRCULAM PELO MUNDO CONTENHAM SPAM, AQUELE LIXO ELETRÔNICO QUE ABRANGE DESDE PROPAGANDAS INDESEJADAS ATÉ CORRESPONDÊNCIAS QUE CARREGAM VÍRUS PERIGOSOS.

De acordo com a fabricante de antivírus Symantec, no último ano foram nada menos do que 30 bilhões de mensagens desse tipo circulando por dia - boa parte delas com tentativas de fraude, a faceta mais perigosa do spam. A má noticia é que, apesar dos esforços dos provedores de e-mail, não existe ainda uma ferramenta capaz de garantir que 100% desses envios sejam bloqueados nem de impedir que mensagens importantes sejam confundidas com spam e bloqueadas. Há, porém, uma série de medidas que podem ser adotadas por quem quer se precaver. A seguir, especialistas dizem por que não se deve divulgar o e-mail em listas públicas e explicam o que fazer para se livrar dos e-mails promocionais. PRESERVE SEU E-MAIL OS spammers costumam fazer varreduras em páginas da web para capturar novos alvos. Por isso, é recomendável não revelar o e-mail em redes sociais ou fóruns de discussão. Quando isso for inevitável, a dica dos especialistas é escrever o endereço sem arroba e pôr ao lado o nome do provedor: dessa forma, os robôs que fazem essas varreduras não "entendem" o endereço e passam batido por ele. "As pessoas devem ainda tomar cuidado com sites que lançam promoções apenas com o intuito de capturar e revender e-mails", diz Leandro Mantovam, CEO da empresa de antivírus AVG. ORGANIZE A CAIXA DE ENTRADA Recentemente, o Gmail, do Google, introduziu o conceito de abas, no qual e-mails de conversas são separados daqueles de redes sociais e de promoções. Mas, em geral, as ferramentas oferecidas pelos provedores não tornam simples a tarefa de organizar as mensagens. Por isso, vale considerar sites como Unroll.me, Otherinbox.com e Helloscoop. com. Gratuitos, eles mostram uma lista de remetentes que costumam mandar e-maus promocionais para que o usuário decida se quer deixar de recebê-los ou se prefere que sejam agrupados. "Em vez de receber várias mensagens com anúncios, o usuário receberá um único boletim com destaques de cada uma delas", diz o consultor em segurança da informação Alexandre Freire, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Outros serviços - estes pagos -, como o Mailstrom.com e o Sanebox.com, se baseiam nos hábitos de leitura de quem os assina para fazer a triagem do que deve ter prioridade. "São formas bastante inteligentes de gerenciar a caixa de entrada", diz Freire. BLOQUEIE A EXIBIÇÃO DE IMAGENS Para deixarem a mensagem compacta, os spammers costumam usar imagens remotas. que são programadas para abrir automaticamente no momento em que o e-mail é acessado. "Quando o destinatário ativa a exibição delas, dispara a confirmação de que aquele e-mail existe e entra em uma lista", diz Mantovam. Por esse motivo, é prudente desabilitar, no campo de configurações, a exibição automática de imagens. Outra ressalva: algumas mensagens incluem um link falso para que o remetente peça a retirada do seu e-mail da lista. Mais um truque usado com o intuito de ter a confirmação de que o endereço é válido. ESCOLHA UM BOM ANTIVÍRUS Chamados de internet security, os programas de proteção mais avançados reúnem em um só produto antivírus e antispam. Para os especialistas ouvidos por VEJA, é importante instalá-los não apenas nos PCs, mas também nos tablets e smartphones - os novos alvos dos criminosos cibernéticos. De acordo com um relatório recente da Norton, no último ano as ameaças móveis aumentaram 58%. "Mais de 40% dos brasileiros costumam receber mensagens de texto desconhecidas em seu telefone", diz Otto Stoeterau, especialista em segurança digital da Symantec. Na Mc Afee, só entre abril e junho, 18 000 novos ataques para Android foram identificados. "A plataforma é mais vulnerável do que a iOS, do iPhone, porque permite a livre programação de aplicativos. E é comum que os criminosos cibernéticos lancem versões modificadas deles para roubar dados do usuário", diz José Matias, diretor da empresa. USE E-MAILS TEMPORÁRIOS Abrir uma conta de e-mail para usar apenas em locais onde o risco de receber spam é grande - como lojas, sites de jogos e listas de discussão - ou então criar e-mails descartáveis com essa finalidade são outras formas de driblar o spam. "Os sites Guerrilllamail.com e 10MinuteMail.com são os mais populares para a criação de endereços de curta duração ", diz Fábio Assolini, da Kaspersky Lab, uma das maiores empresas de softwares de segurança do mundo. FILTRE MENSAGENS INDESEJADAS Os filtros antispam costumam usar uma soma de critérios - como a reputação da máquina de onde saiu o e-mail, a presença de cifrões no título e o número de vezes que ele circulou - antes de classificar o e-mail como spam. Ainda assim, a participação dos usuários é importante: ao denunciar uma mensagem como spam, você faz aumentar as chances de que ela passe a ser barrada automaticamente. Outra medida eficaz é conferir com o seu provedor que recursos antispam ele oferece e como usá-los. Alguns serviços de e-mail, como o UOL, pedem a confirmação do envio antes que a mensagem chegue ao destinatário - uma tentativa de driblar os robôs que enviam mensagens automaticamente. Outros põem em quarentena os e-mails classificados como spam. Como é comum que conteúdos legítimos caiam nessa pasta, é importante dar uma espiada nela de tempos em tempos O senhor teria interesse... Os consumidores estão bem habituados (e saturados) a receber, durante o expediente de trabalho ou em momentos de lazer em família, telefonemas insistentes com ofertas de produtos e serviços pelos quais não têm o menor interesse. Para pôr fim a esse incômodo, o Procon lançou, em 2009, um serviço que permite aos paulistanos solicitar o bloqueio desse tipo de chamada. Desde então, alguns estados, como Paraná, Rio Grande do Sul e Paraíba, também passaram a oferecê-lo. O cadastro pode ser feito de forma rápida, pela internet, e passa a valer em um prazo de trinta dias. É o tempo necessário para que novos números entrem na lista consultada pelas empresas. Aquelas que descumprem as normas estão sujeitas a multa e suspensão temporária da atividade. Com mais de 986000 telefones fixos e celulares cadastrados, o Procon-SP recebeu, apenas neste ano, mais de 3500 reclamações relacionadas ao descumprimento da lei. Para ajudar o órgão a identificar os infratores, é importante que o consumidor tenha em mão s dados como o nome da empresa e do operador, assim como o horário e o número do qual a chamada foi feita Big Brother virtual Muitos provedores de e-mail e sites de busca usam as informações de cadastro dos internautas (idade, localização geográfica etc.) e sobre os tipos de página que eles acessam para bombardeá-los com anúncios direcionados. Isso é possível a partir da leitura de cookies - pequenos arquivos de texto que armazenam as informações de navegação. "É por isso que, logo depois de pesquisar o preço de passagens aéreas, por exemplo, o internauta começa a receber diversas propagandas relacionadas ao assunto", diz Marco de Mello, CEO da empresa de segurança digital PSafe. A seguir, ele e outros especialistas em segurança dizem o que pode ser feito para navegar com mais privacidade NAVEGUE DE FORMA ANÔNIMA Trata-se de um recurso pouco conhecido, mas, sim, é possível acessar a internet sem deixar cookies e de forma que as páginas visualizadas não apareçam no histórico de pesquisa nem no de navegação. No Chrome, o comando para navegar na janela privativa é Crtl+Shift+N. No Mozilla Firefox e no Explorer, basta acionar Crtl+Shift+P. LIMPE OS COOKIES Ao acessar o link Opções da Internet no Painel de Controle da máquina, o internauta conseguirá excluir arquivos temporários como cookies, histórico de navegação e senhas salvas. É possível ainda, dentro da política de privacidade dos sites, bloquear os anúncios direcionados.

Revista Veja 25/9/2013